quarta-feira, 15 de abril de 2009

Aprenda a confiar


As vezes, Deus tem que falar muito claro com a gente e muitas coisas ficam cada vez mais claras....

A mensagem que vou compartilhar, recebi de uma pessoa que nesses últimos tempos tem sido muito importante e estou aprendendo a amar, ou melhor estou aprendendo a demonstrar o meu amor....
Alguém que tem realmente me ajudado, com sua experiência, suas palavras e suas ações..
Obrigada!!!!
Te amo...

Mensagem baseada na passagem de 1 Reis 17, de Elias e a viuva de Sarepta.


8 ¶ Então veio a ele a palavra do SENHOR, dizendo:
9 Levanta-te, e vai para Sarepta, que é de Sidom, e habita ali; eis que eu ordenei ali a uma mulher viúva que te sustente.
10 Então ele se levantou, e foi a Sarepta; e, chegando à porta da cidade, eis que estava ali uma mulher viúva apanhando lenha; e ele a chamou, e lhe disse: Traze-me, peço-te, num vaso um pouco de água que beba.
11 E, indo ela a trazê-la, ele a chamou e lhe disse: Traze-me agora também um bocado de pão na tua mão.
12 Porém ela disse: Vive o SENHOR teu Deus, que nem um bolo tenho, senão somente um punhado de farinha numa panela, e um pouco de azeite numa botija; e vês aqui apanhei dois cavacos, e vou prepará-lo para mim e para o meu filho, para que o comamos, e morramos.
13 E Elias lhe disse: Não temas; vai, faze conforme à tua palavra; porém faze dele primeiro para mim um bolo pequeno, e traze-mo aqui; depois farás para ti e para teu filho.
14 Porque assim diz o SENHOR Deus de Israel: A farinha da panela não se acabará, e o azeite da botija não faltará até ao dia em que o SENHOR dê chuva sobre a terra.
15 E ela foi e fez conforme a palavra de Elias; e assim comeu ela, e ele, e a sua casa muitos dias.
16 Da panela a farinha não se acabou, e da botija o azeite não faltou; conforme a palavra do SENHOR, que ele falara pelo ministério de Elias.
17 E depois destas coisas sucedeu que adoeceu o filho desta mulher, dona da casa; e a sua doença se agravou muito, até que nele nenhum fôlego ficou.
18 Então ela disse a Elias: Que tenho eu contigo, homem de Deus? Vieste tu a mim para trazeres à memória a minha iniqüidade, e matares a meu filho?
19 E ele disse: Dá-me o teu filho. E ele o tomou do seu regaço, e o levou para cima, ao quarto, onde ele mesmo habitava, e o deitou em sua cama,
20 E clamou ao SENHOR, e disse: O SENHOR meu Deus, também até a esta viúva, com quem me hospedo, afligiste, matando-lhe o filho?
21 Então se estendeu sobre o menino três vezes, e clamou ao SENHOR, e disse: O SENHOR meu Deus, rogo-te que a alma deste menino torne a entrar nele.
22 E o SENHOR ouviu a voz de Elias; e a alma do menino tornou a entrar nele, e reviveu.
23 E Elias tomou o menino, e o trouxe do quarto à casa, e o deu a sua mãe; e disse Elias: Vês aí, teu filho vive.
24 Então a mulher disse a Elias: Nisto conheço agora que tu és homem de Deus, e que a palavra do SENHOR na tua boca é verdade.



1 - Deus tudo sabe!!! Ele sabia a situação da viuva.

2 - Ele pede que estenda a mão a outro que tbm está com fome.

3 - A retribuição, de olharmos para o outro - além de nós - é que nunca nos faltará o necessário (no meu caso, foi muito confortante - nem a ela nem ao filho.

4 - Ela não era nenhuma "santa" pra merecer isso (vieste tu a mim para trazeres à memória a minha iniqüidade). É apenas Deus que prometeu estar lá. E ainda salvou seu filho.

5 - Ela chegou a brigar com Deus, e Deus nao a castigou por isso, mas salvou seu filho e ela reconheceu o amor de Deus.

6 - Ela não tinha linhagem nobre. Mas Deus ainda assim cuidou dela. Ela foi citada por Jesus, que Elias não foi enviado a qualquer viuva de Jerusalém, mas a alguém de fora do povo de Deus.


Deus sustenta, não por merecimento. Ele SÓ pede que se olhe para o outro, que se reparta, porque repartir é confiar que nada vai faltar.

A fé está no coração, obras sem fé de nada vale, mas uma fé sem obras é morta sim, porque elas confirmam nossa fé.
Se a fé não muda atitudes, se ela só enche nossa boca de palavras santas... nada vale.

Deus cuida daquela mulher pobre que estende a mão para aquela vizinha que também está sem ter o que comer, cujos netos estão sem roupa, com piolho, sem calçado, sem caderno, sem colchão;
ou ajuda aquela outra mulher cujo filho está preso sem condução pra visitá-lo;
ou ajuda aquela mulher cuja filha está ardendo em febre sem ter medicação ou dinheiro pra tal;
Não precisa de conhecimento religioso, participar em denominação que seja, ou saber explicar em que crê. Essas mulheres são muito valiosas aos olhos de Deus. E Deus trata delas com carinho e se mostra a elas.
Pra essas mulheres, a panela e a botija não ficarão vazias.
Mais um detalhe: - a mulher estava desesperada quando Deus olhou por ela.

3 comentários:

Esther disse...

Deus não nos desampara!

Beijos

Esther disse...

Adorei a gravura das duas mulheres, rs

Jé :) disse...

A fé está no coração, obras sem fé de nada vale, mas uma fé sem obras é morta sim, porque elas confirmam nossa fé.
Se a fé não muda atitudes, se ela só enche nossa boca de palavras santas... nada vale.

Muito bom!

beijo *: